Por quê?

As pessoas não se engajam pelo o que você faz, elas se inspiram pelo porquê você faz! Muitas empresas, organizações, governos, carreiras ou pessoas sabem exatamente o que fazem e até mesmo como fazem, mas a grande maioria não consegue explicar o porquê fazem. É esse detalhe, aparentemente simples, o ponto de transformação de acordo com uma das teorias mais difundidas do branding e todo o mundo, o Golden Circle, de Simon Sinek.

 

Quando se está perdido qualquer caminho é favorável; mas para onde ele te levará?

Funções, causas, marcas e até mesmo organizações e carreiras tornam-se defasadas e deixam de gerar engajamento, admiração, resultado ou mesmo relevância, por mais que se possa pensar o contrário quando se imagina uma função típica de Estado. É preciso redefinirprioridades para se alcançar novos objetivos. “Se você não consegue explicar, é simples, você ainda não entendeu o suficiente”.


Ganhos Esperados

  • Assertividade – Conquistada pelo alinhamento de propósitos, discursos e direcionamento de esforços. Todas as ações, passando por atribuições, política, mídia o responderão por um mesmo caminho previamente construído e validado pelos agentes envolvidos  e públicos externo, executado por método científico.
  • Propósito compartilhado – Após um extenso trabalho de exploração profunda e plural, o resultado final será permeado por um ponto de intersecção comum a todas as esferas dentro da estrutura fazendária, em maior ou menor grau. Esse objeto será uma representação orgânica com potencial de ser replicado com maior eficiência e aderência para propiciar as transformações e contribuições externas almejadas para toda a sociedade.
  • Unidade ampliada – A marca “Fisco Paulista” irá gradualmente ocupar lugar de destaque e defesa de relevância junto à sociedade. Falaremos com as pessoas, e não para as pessoas, entendendo essa troca colheremos a relevância em nós depositada e, por consequência, poderemos devolver muito mais a população além das expectativas essenciais de arrecadação.
  • Embaixadores – Ápice de qualquer projeto de marca, o entusiasmo e defesa espontânea dos públicos de interesse é uma conquista de maturidade, fruto da caminhada iniciada com este projeto de revisão manutenção de propósitos.
  • Continuidade – Esse ponto de vista deverá ser perseguido e reforçado continuadamente o que irá gerar um caminho traçado para preservação e também continuidade para qualificar o interesse em novos ingressantes e na longevidade da capacidade do Fisco Paulista de gerar melhores condições para o estado de São Paulo